VISITAS

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Solução para Infiltração em parede interna


infiltração em parede interna (3)
Caro Elciney, boa tarde!
Moro em uma casa construída há cerca de 20 anos. Na parede interrna (com 2 metros de largura) que divide a sala e a copa havia um ponto de infiltração. Como a massa-corrida não fixava no local e, a urgência para efetuar a mudança, contratei um pedreiro inexperiente. Ele retirou o reboco desta parede (junto ao reboco havia algum produto de coloração escura) e assentou pedra são tomé, do chão ao teto.



 Concluídas as pinturas da sala e da copa e, com pouco tempo, houve a formação de bolhas de infiltração nas paredes da sala e da copa (na altura do piso de mais ou menos 1,5m) , além de nos dias de chuva ficar merejando água na pedra assentada (mais ou menos 40cm de altura a partir do piso). A parede da copa e da sala divide com a casa vizinha, ou seja, tenho que resolver o problema do meu lado. Arrumei outro pedreiro e ele sugeriu a retirada das pedras e fazer a aplicação de manta asfáltica nas paredes, até a altura de 2 metros. E, em cima da manta ele aplicará produtos (não me lembro os nomes) impermeabilizantes. E, depois, aplicar o reboco.
Pergunto:
1) Pode se aplicar manta asfáltica em parede interna? Se sim, qual seria a manta adequada?
2) Quais seriam as suas sugestões e produtos? Às vezes, acho que a aplicação da manta seria como usar uma bala de canhão para matar um mosquito.
Estou encaminhando algumas fotos para você ter uma melhor noção do problema.
Favor confirmar os dados bancários para fazer o depósito da consultoria.
Desde já, agradeço.
infiltração em parede interna
infiltração em parede interna (2)
infiltração em parede interna (4)

infiltração em parede interna (5)

Boa noite Rubens, seu problema não está difícil de resolver mais está um pouco trabalhoso
A manta realmente para este caso esta um pouco exagerada, e existem produtos mais fáceis de usar como os que lhe indicarei agora
Minha sugestão e a argamassa polimérica, e um produto de fácil aplicacao, mas infelizmente sera necessária a remocao do reboco já comprometido
Sua parede pelo que parece virou um grande absorvente de umidade, raspe o reboco, pois o produto perde força sobre a tinta
O produto como já havia citado e a argamassa polimérica, ele possui 2 componentes pó+liquido, quando misturados transformam-se em uma pasta consistente e impermeabilizante
ele deve ser aplicado em pelo menos 3 demãos cruzadas, como? aplique a 1 demão na horizontal e a 2 na vertical sucessivamente
o produto vai reagir cristalizando a parede transformando-se em uma poderosa barreira contra umidade
depois de aplicado você pode rebocar e pintar a seu gosto
Os produtos são, Viaplus 1000, Sikatop 107, Denverte 100, Masterseal 515 top entre outros, escolha apenas o que estiver mais viável em sua cidade, pois todos são similares e fazem a mesma função
Segue um manual para voce entender melhor o produto ele esta no formato PDF
Qualquer duvida retorne, eu so cobro uma vez
 
Elciney, fiz o depósito. Aqui, em Varginha, só achei o Vedatop. Ele também é indicado para ser aplicado? Dos produtos que você indicou, tem algum com características mais adequadas ou todos tem o mesmo efeito? Isso, porque posso tentar encomendar de outra cidade. Mais uma vez, obrigado.
 
Sim, pesquisei sobre o produto e ele faz parte da mesma familia de argamassas polimericas bi-componente ou seja pode fazer o serviço tranquilo, todos tem a mesma função.
Obrigado 
 
Produto indicado:
Vedatop
image
 
VEDATOP é um revestimento modificado com polímeros acrílicos de alta aderência e impermeabilidade.
Adere perfeitamente a concreto, alvenaria e argamassa.
VEDATOP não é tinta de acabamento, embora permita que as paredes recebam pintura.
Características
Densidade
Componente A: 1,23 g/cm3
Componente B: 1,02 g/cm3
Aparência:
Componente A: cor cinza
Componente B: líquido
Composição básica:
Componente A: cimento, aditivos especiais e agregados minerais
Componente B: polímeros acrílicos
Validade: 9 meses
Campos de Aplicação
- Indicado para vedar e eliminar vazamentos e umidade em:
. caixas d´água, piscinas e reservatórios;
. paredes sujeitas à infiltração de água de chuva;
. rodapés;
. áreas frias;
. poços de elevadores.
Obs.: no caso de reservatórios, caixas d´água potável e piscinas elevados, utilizar o revestimento impermeabilizante flexível VEDATOP FLEX.
Pode ser aplicado em pisos de cota zero (sem rebaixamento), de pequenas dimensões. Na região dos ralos, colocar simultaneamente, uma tela de VEDATEX.
Preparo do substrato
A superfície deve estar ligeiramente úmida (não saturada), limpa, isenta de pó ou de partes soltas.
Quando o produto for aplicado diretamente sobre a alvenaria, verificar eventuais falhas pré existentes como: falta de prumo, falta de argamassa na junta horizontal, tijolo esfarelando, etc., lembrando que a eficiência do serviço depende de um conjunto de ações e não somente do produto. Se a alvenaria for de concreto, remover excessos de desmoldantes, agentes de cura química, etc.
Preparo do produto
Adicionar o componente A (pó) ao componente B (líquido) e misturá-los, de preferência, com agitador mecânico. Aplicar em 1 hora, no máximo, após a mistura.
Caso não venha a ser utilizado de uma só vez, misturar os componentes na proporção 1:3 (líquido:pó), em peso.
Aplicação
Aplicar de 2 a 4 demãos cruzadas de VEDATOP, com broxa ou trincha, em, no máximo, 1 hora após a mistura, obedecendo a um intervalo de aproximadamente 6 horas entre as demãos.
Em superfícies horizontais, VEDATOP pode ser aplicado com rodo de borracha ou vassourão.
Ao redor de ralos, juntas de concretagem e meias-canas, recomenda-se a colocação da tela de Poliéster VEDATEX como reforço entre a 1ª e a 2ª demão de VEDATOP.
Para aplicar o produto com desempenadeira, na forma de revestimento, basta diminuir a quantidade do componente B (líquido) na mistura.
Em áreas frias, no mínimo 3 dias, após a aplicação, fazer o teste de estanqueidade, deixando a área submersa por 24 horas.
Consumo aproximado
- Pintura: 850 g/m²/demão
- Revestimento: 1,1 kg/m²/camada
























































Postar um comentário